domingo, 12 de novembro de 2017

Manta de retalhos / Patchwork blanket-


Feliz por esta fotografia da minha autoria, ter vencido o Prémio Ambiente Imagens Dispersas, na categoria “Flora e Fungos”, na 13ª edição do Concurso Internacional de Fotografia  AMBID 2017 “Ambiente – Imagens Dispersas 2017”. A atracção que as terras da Beira Baixa exercem sobre mim, levaram-nos, a mim e à minha família, em Agosto deste ano, até Penha Garcia, onde deambulámos em busca de sol, sombra, águas retemperantes, rochas, fósseis, aldeias únicas, castelos e feiras medievais, osgas, sobreiros, boa comida e bebida … Nas entrelinhas, fiz uma pequena fuga até um maciço quartzítico, onde os líquenes com as suas formas, cores e padrões, me deixaram enfeitiçado! 


I am happy for this photograph entitled "Manta de retalhos”, won the Ambiente Imagens Dispersas Award in the category "Flora and Fungi" at the 13th edition of the AMBID 2017 International Photography Contest “Ambiente Imagens Dispersas 2017”. The attraction that the Beira Baixa lands (Portugal) exert on me, took me and the family in August of this year to Penha Garcia region, where we wandered in search of sun, shade, retempering waters, rocks, fossils, unique villages, castles and medieval fairs, geckos, cork oaks , good food and drink ... Between the lines I made a small escape into a  quartzitic massif, where the lichens with their shapes, colors and patterns, bewitched me!

sexta-feira, 10 de novembro de 2017

segunda-feira, 30 de outubro de 2017

Osga / Gecko


Uma Osga-comum (Tarentola mauritanica), o ritidoma (vulgo casca) de um Sobreiro (Quercus suber) e o feitiço que a região albicastrense exerce sobre mim, serviram de inspiração à produção desta imagem, em Agosto deste ano. Agradado por esta fotografia ter obtido o 1º Prémio, na categoria “Olhar Criativo”, no Concurso Nacional de Fotografia “Parques e Vida Selvagem 2017”.


An Moorish Gecko (Tarentola mauritanica), the rhytidoma (common bark) of a Cork Oak (Quercus suber) and the spell that the Castelo Branco region exerts on me, served as inspiration for the production of this image in August of this year. Pleased by this photograph won the 1st Prize, in the category "Creative Visions", in the National Photography Contest "Parques e Vida Selvagem 2017".

quarta-feira, 25 de outubro de 2017

Sobrevivente / Survivor


Seis dias após o grande incêndio que assolou o concelho de Mira, enquanto se procedia à limpeza das plantas queimadas no meu jardim (95% do espaço), encontrei esta pequena lagarta da espécie (Orgyia antiqua) desesperadamente em busca de alimento …  roseiras e amieiros, são  as espécies de plantas onde já as observei a alimentarem-se … mas quase nada resta destas espécies vegetais … onde outrora o verde imperava resta agora o preto e o castanho. A vida continuará … o silêncio lancinante que agora se abate sobre a região, a seu tempo, a seu ritmo, dará lugar  a manifestações de  vida de todas as espécies … uma nova existência brotará …nada será como antes … VIVAM BEM!

sexta-feira, 22 de setembro de 2017

terça-feira, 22 de agosto de 2017

A pequena osga / The small gecko


Por terras albicastrenses ... numa noite de 33º Cº ... no teto da sala ... após uns copos de vinho tinto alentejano ... como é bela a vida no campo ...


By albicastrenses lands (Castelo Branco region, Portugal) ... on a night of 33º Cº ... on the ceiling of the living room ... after a few glasses of Alentejo red wine ... the life in the countryside is beautiful ...

100 ANOS DEPOIS / 100 YEARS LATER



Em 27 de Julho de 1917, fez 100 anos que foi publicado o Decreto nº 3:262 de 27 de Julho de 1917, do qual extraio o seguinte parágrafo:

"Hei por bem ordenar a inclusão, por utilidade pública, no regime florestal parcial dos areais móveis pertencentes à Câmara Municipal de Mira, bem como dos pinhais do Fojo da Videira e das Castinhas, elaborando-se de seguida os convenientes planos de arborização e de exploração, e procedendo-se ao inquérito local, nos termos do artigo 14º do decreto de 24 de Dezembro de 1903, que regulamentou a execução do regime florestal, a fim de se decretar, consoante as disposições do capítulo XV, título VII, do referido regulamento, a submissão ao regime florestal parcial dos referidos areias e pinhais".
Muita coisa se passou desde esse momento até aos dias de hoje ... no que me diz respeito, a mata, moldou e continua a moldar até às entranhas, o meu modo de estar na vida ... 

quinta-feira, 8 de junho de 2017

Ocaso, a oeste da Lusitânia / Sunset, west of Lusitânia


... numa praia da Gândara, na costa oeste de Portugal ...

... on beach in Gândara, on the west coast of Portugal ...

sábado, 1 de abril de 2017

sexta-feira, 3 de março de 2017

Paisagem palustre / Marsh Landscape


Na Lagoa dos Teixoeiros! Qual a vossa percepção?
In the Teixoeiros lagoon! What is your perception?

sábado, 25 de fevereiro de 2017

Eu vivo numa teia colorida / I live in a colorful web


Em Julho de 2017, a planta onde esta foto foi captada irá fazer pelo menos oito anos de vida no jardim da minha casa. Tem um perímetro de cerca de 12 metros e uma altura de aproximada de 2,20 metros. Trata-se de uma espécie de tojo, que nesta época do ano se apresenta completamente florido, de amarelo pintado. No último ano e meio, tem sido um dos meus ateliês preferidos onde me dedico à observação e captação fotográfica da vida aí existente. A imagem que estão a visualizar, trata-se de uma pequena aranha (das muitas dezenas que nesta planta habitam), fotografada durante o mês de Setembro, após uma curta queda de chuva “molha-tolos” e com o sol a incidir por trás. Acabei de ser notificado que obteve o 12º prémio, na categoria “Macrofotografia”, no III Concurso Nacional de Fotografia de Natureza QUERCUS-BMWi 2016.


In July 2017, the plant where this photo was taken will do at least 8 years of life in my  garden home. It has a perimeter of about 12 meters and a height of approximately 2.20 meters. It is a kind of gorse, which at this time of year presents itself completely flowery, painted yellow. In the last year and a half, it has been one of my favorite ateliers where I dedicate myself to the observation and photographic capture of the existing life there. The image you are viewing, is a small spider (of the dozens that inhabit in this plant), photographed during September, after a short rainfall of "molha-tolos" and with the sun falling behind . I just got notified that I was awarded with the 12th prize in the category "Macrophotography", at the III QUERCUS-BMWi 2016 National Nature Photography Contest. 

sábado, 18 de fevereiro de 2017

Sussurro dos duendes / Whisper of elves


Por vezes, quando atravesso os bosques húmidos da Gândara, existem momentos em que consigo imaginar os duendes que o habitam a sussurrarem-me por entre os ramos: continua a sonhar!


Sometimes when I cross the humid forests of Gandara, there are times I can imagine the elves that inhabit whisper to me: keep dreaming!

domingo, 12 de fevereiro de 2017

Docemente adormecida / Sweetly asleep


... e a neve, essa, em alguns recantos da Serra da Freita, estava docemente adormecida ...

... and the snow, in some corners of Serra da Freita, was sweetly asleesp ...



.

sábado, 28 de janeiro de 2017

Simbiose de cores / Color symbiosis


Foto captada nas margens da Barrinha de Mira que representa a simbiose de cores entre líquens (e um musgo), foi distinguida com o 1º Prémio, na categoria Flora e Fungos, na 2ª edicção do concurso de fotografia “GENERG – FOTÓGRAFO DE NATUREZA DO ANO 2017”, no VII CINCLUS FEST – Festival de Imagem de Natureza, que teve lugar em Vouzela. Na actualidade, trata-se do maior evento de fotografia de natureza realizado em Portugal. As imagens distinguidas pelo júri serão publicadas na edicção portuguesa da National Geographic. 

Photo taken at Barrinha de Mira, Portugal, which represents the color symbiosis of lichens (and a mosse), was distinguished with the 1st Prize in the category Flora and Fungi, in the 2nd edition of the photo contest "GENERG – NATURE PHOTOGRAPHER OF THE YEAR 2017", in the VII CINCLUS FEST – Nature Image Festival, which took place in Vouzela, Portugal. At present, it is the largest event of nature photography held in Portugal. The images distinguished by the jury will be published in the Portuguese edition of National Geographic. 

Sete Frades


Foto captada no Perímetro Florestal das Dunas de Mira, retratando sete Cogumelos Frade, observados por cima, num momento em que as copas das árvores não permitiam que o sol chegasse em força ao solo florestal, foi distinguida com o uma Menção Honrosa, na categoria Flora e Fungos, na 2ª edicção do concurso de fotografia “GENERG – FOTÓGRAFO DE NATUREZA DO ANO 2017”, no VII CINCLUS FEST – Festival de Imagem de Natureza, que teve lugar em Vouzela.


Photo taken at Dunas de Mira Forest, portraying seven Parasol Mushrooms, seen from above, at a time when canopy trees did not allow the sun to reach the forest floor, won a  Honorable Mention in the Flora and Fungi category, at the 2nd edition of the photo contest "GENERG – NATURE PHOTOGRAPHER OF THE YEAR 2017", at the VII CINCLUS FEST - Nature Image Festival, which took place in Vouzela, Portugal.

segunda-feira, 23 de janeiro de 2017

As aves da Barrinha de Mira: páginas 89-91 ... / The birds of Barrinha de Mira: pages 89-91...


Numa lagoa com forte influência urbana … apresento-vos os galeirões (Fulica atra).

In a pond with a strong urban influence ... I present you the coots (Fulica atra).

quarta-feira, 18 de janeiro de 2017

Contacto / Contact


… sob a copa das bétulas e dos carvalhos …na Mata da Penoita …


… under the canopy of birch and oak trees ... in the Penoita Forest …

Inverno: Capítulo 1 "Salgueiros" / Winter: Chapter 1 "Willows"


Numa das lagoas da Gândara ... in one of the lagoons of Gândara ...

quinta-feira, 5 de janeiro de 2017

O "meu" bosquete / "My" little forest


... a vista da minha janela ... quando a minha mente consegue voar sobre os dias tristes ...

... the view from my window ... when my mind can fly over the sad days ...

segunda-feira, 2 de janeiro de 2017