sexta-feira, 9 de novembro de 2018

Lusco-fusco na lagoa / Twilight in the lagoon


... um momento de transição entre o dia e a noite ... em silêncio ... na Lagoa de Mira ...

... a moment of transition between day and night ... in silence ... in the Lagoa de Mira ...

O aguilhão ... / The sting ...


... do lacrau ...

...of the scorpion ...

quarta-feira, 17 de outubro de 2018

domingo, 26 de agosto de 2018

Seis meses após Ofélia / Six months after Ophelia


Esta foto, captada em Mira, muito próximo da minha casa, foi distinguida com o Prémio Acções - Alterações Climáticas, na 2ª edicção do concurso nacional de fotografia 2018 “A ÁRVORE”, patrocinado pela Câmara Municipal de Vila Nova de Gaia e pelo Parque Biológico de Gaia.
Após o trágico incêndio ocorrido em 15 de Outubro de 2017 e, apesar da secura que se prolongou pelo outono dentro, o inverno e a primavera pluviosa que se lhe seguiram, contribuíram para que os campos da Gândara ficassem coloridos com uma grande variedade de cores de diversas espécies de plantas que alegraram efemeramente uma terra devastada pelo fogo. Entre elas, a Tremocilha (Lupinus luteus), com as suas flores amarelas contrastaram fortemente com a negrura esquelética dos milhões de árvores que morreram de pé, numa representação da luta eterna entre a morte e a vida …

This photo, taken at Mira, very close to my home, was awarded the Prize, in “Actions - Climate Change” category, in the 2nd edition of the 2018 National Photography Contest "THE TREE".
After the tragic fire that occurred on October 15, 2017, and despite the dry weather that continued throughout the Autumn, the rainy winter and spring that followed, contributed to the Gândara fields being colored with a great variety of colors of several species of plants that effemingly rejoiced a land devastated by fire. Amongst them, the Yellow lupine (Lupinus luteus), with their yellow flowers contrasted strongly with the skeletal blackness of the millions of trees that died standing, representing the eternal fight between death and life ... 

sábado, 27 de janeiro de 2018

Pequena ave / Litlle bird


Esta foto de um Chapim-real num ambiente onírico, captada em Mira (no coração da Gândara) a escassos metros da minha casa, foi distinguida com o 1º Prémio, na categoria Aves, na 3ª edicção do concurso de fotografia “GENERG – FOTÓGRAFO DE NATUREZA DO ANO 2018”, no VIII CINCLUS FEST – Festival de Imagem de Natureza, que teve lugar em Vouzela. Concorreram cerca de uma centena de fotógrafos, com cerca de duas mil imagens, naquele que, na actualidade, é o maior evento de fotografia de natureza realizado em Portugal.
“Pequena ave” resulta de uma dupla exposição captada nas proximidades da minha casa, em que a realidade e o sonho se fundem e nos transportam a uma dimensão onírica: a das florestas encantadas e das pequenas aves que a habitam.

This photo of a Great Tit in a dream environment, taken at Mira, near my home, was distinguished with the 1st Prize in the category Birds, in the 3nd edition of the Photo Contest "GENERG – NATURE PHOTOGRAPHER OF THE YEAR 2018", in the VIII CINCLUS FEST – Nature Image Festival, which took place in Vouzela, Portugal. About 100 photographers, with around 2000 images, participated in what is the largest nature photography event held in Portugal.

"Little bird" comes from a double exposure captured near my house, where reality and dream merge and carry us to a dreamlike dimension: that of the enchanted forests and the small birds that inhabit it.

quarta-feira, 17 de janeiro de 2018

terça-feira, 26 de dezembro de 2017

sexta-feira, 22 de dezembro de 2017

domingo, 17 de dezembro de 2017

Aguarela / Watercolor


... 15 dias após a passagem de "Ophélia" ...
... 15 days after the passage of "Ophélia"...

quarta-feira, 13 de dezembro de 2017

Krra Krra Krra



Quase ao cair do dia, enquanto captava algumas imagens da terra queimada, próximo da Vala da Corga, fui alertado pelos grasnidos de algumas Gralhas-pretas (Corvus corone) … olhei e observei cinco destas aves a perseguirem um Açor (Accipiter gentilis) … por entre o emaranhado de troncos e ramos das árvores, apenas deu para fazer um clique! O resto da história, ficará na minha memória …. como tantas outras!

domingo, 12 de novembro de 2017

Manta de retalhos / Patchwork blanket-


Feliz por esta fotografia da minha autoria, ter vencido o Prémio Ambiente Imagens Dispersas, na categoria “Flora e Fungos”, na 13ª edição do Concurso Internacional de Fotografia  AMBID 2017 “Ambiente – Imagens Dispersas 2017”. A atracção que as terras da Beira Baixa exercem sobre mim, levaram-nos, a mim e à minha família, em Agosto deste ano, até Penha Garcia, onde deambulámos em busca de sol, sombra, águas retemperantes, rochas, fósseis, aldeias únicas, castelos e feiras medievais, osgas, sobreiros, boa comida e bebida … Nas entrelinhas, fiz uma pequena fuga até um maciço quartzítico, onde os líquenes com as suas formas, cores e padrões, me deixaram enfeitiçado! 


I am happy for this photograph entitled "Manta de retalhos”, won the Ambiente Imagens Dispersas Award in the category "Flora and Fungi" at the 13th edition of the AMBID 2017 International Photography Contest “Ambiente Imagens Dispersas 2017”. The attraction that the Beira Baixa lands (Portugal) exert on me, took me and the family in August of this year to Penha Garcia region, where we wandered in search of sun, shade, retempering waters, rocks, fossils, unique villages, castles and medieval fairs, geckos, cork oaks , good food and drink ... Between the lines I made a small escape into a  quartzitic massif, where the lichens with their shapes, colors and patterns, bewitched me!

sexta-feira, 10 de novembro de 2017

segunda-feira, 30 de outubro de 2017

Osga / Gecko


Uma Osga-comum (Tarentola mauritanica), o ritidoma (vulgo casca) de um Sobreiro (Quercus suber) e o feitiço que a região albicastrense exerce sobre mim, serviram de inspiração à produção desta imagem, em Agosto deste ano. Agradado por esta fotografia ter obtido o 1º Prémio, na categoria “Olhar Criativo”, no Concurso Nacional de Fotografia “Parques e Vida Selvagem 2017”.


An Moorish Gecko (Tarentola mauritanica), the rhytidoma (common bark) of a Cork Oak (Quercus suber) and the spell that the Castelo Branco region exerts on me, served as inspiration for the production of this image in August of this year. Pleased by this photograph won the 1st Prize, in the category "Creative Visions", in the National Photography Contest "Parques e Vida Selvagem 2017".

quarta-feira, 25 de outubro de 2017

Sobrevivente / Survivor


Seis dias após o grande incêndio que assolou o concelho de Mira, enquanto se procedia à limpeza das plantas queimadas no meu jardim (95% do espaço), encontrei esta pequena lagarta da espécie (Orgyia antiqua) desesperadamente em busca de alimento …  roseiras e amieiros, são  as espécies de plantas onde já as observei a alimentarem-se … mas quase nada resta destas espécies vegetais … onde outrora o verde imperava resta agora o preto e o castanho. A vida continuará … o silêncio lancinante que agora se abate sobre a região, a seu tempo, a seu ritmo, dará lugar  a manifestações de  vida de todas as espécies … uma nova existência brotará …nada será como antes … VIVAM BEM!