quarta-feira, 25 de dezembro de 2013

sábado, 14 de dezembro de 2013

Paraíso ou Inferno? / Heaven or Hell?


Na última primavera, os choupos produziram uma enorme quantidade de lã seminal que potenciaram a captação de belas imagens para os nossos olhos mas, que dificultaram a vida a inúmeras espécies de animais. Observei centenas de insectos e outras criaturas mortas e entre as que tinham vida, muitas tinham grandes dificuldades em movimentarem-se naquele manto branco. Uma delas, foi este caracol, que por vezes, desaparecia sob a alvura vegetal, tentando desesperadamente encontrar um caminho de saída. Para nós, simples observadores, uma imagem digna de um conto de fadas…para as pequenas criaturas que o tentavam atravessar, um inferno interminável. Daí a pergunta: paraíso ou inferno? Qual a sua impressão?


Last spring poplars produced a enormous amount of seminal wool that potentiate the uptake of beautiful images for our eyes, but which hampered the lives of countless species of animal. I observed hundreds of dead insects and other creatures and among those who had life, many had great difficulty to move in that white mantle. One of them was this snail, which sometimes disappear under the plant whiteness, desperately trying to find a way out. For us mere observers, a dignified image of a fairy tale ... for small creatures that tried to cross it, an endless hell. Hence the question: heaven or hell? What is your impression?

terça-feira, 3 de dezembro de 2013

Primeiras geadas / First frosts


Nos últimos dias de outono os ventos frios que sopram de leste têm favorecido o surgimento das primeiras geadas. As manhãs despertam cobertas com um manto branco de gelo dando origem a variadíssimas formas geométricas com as quais me deleito…hoje foi no meu quintal, numa das minhas couves!!!


In the last days of Autumn cold winds that blow from east have favored the emergence of the first frosts. Morning wake up covered with a white blanket of ice resulting in extensive range geometric shapes which delight myself…today was in my backyard, on one of my cabbages…

terça-feira, 19 de novembro de 2013

Flores Encantadas / Enchanted Flowers


As Ansarinas estão entre as minhas plantas favoritas. As suas flores amarelas raiadas de castanho avermelhado estão dispostos em cachos densos e curtos. Com esta dupla exposição tentei mostrar o feitiço que elas exercem sobre mim...um momento mágico…como num sonho!!!


Toadflax are one my favorite plants. Their yellow flowers spoked reddish brown are arranged in dense and short curls. With this double exposure I tried to show to spell they put on me…a magic moment…like a dream!!!

quarta-feira, 13 de novembro de 2013

Regresso a casa / Home


Uma das minhas últimas imagens captadas do interior da casa florestal onde residi quase 10 anos e que me transporta sempre numa viagem ao passado…e que me aquieta o espírito. É uma boa sensação estar de regresso a casa!


One of my last pictures taken inside of the forest house where I lived nearly 10 years. It always takes me on a journey to the past ... and it quiets my spirit. It feels good to be back home!

sábado, 2 de novembro de 2013

Amplexo nas dunas / Amplexus in the dunes


Os Sapos-comuns (Bufo bufo) são os anfíbios anuros de maiores dimensões que ocorrem em Portugal. São bastante robustos, com olhos grandes de cor alaranjada e de pele verrugosa no dorso e flancos. Na Gândara, durante a época de reprodução é normal observar milhares de indivíduos em busca de um local propício para a deposição dos ovos, o que os pode levar a percorrerem vários quilómetros durante essa migração. O amplexo é a forma que estes seres encontraram para se assegurarem que os genes dos machos são transmitidos às gerações vindouras….o que, na maioria das vezes, se pode traduzir num longo e feliz passeio para os “D. Juans” mas num incómodo fardo para as fêmeas.


Common Toads (Bufo bufo) are the larger amphibians occurring in Portugal. They are quite robust, with big eyes colored orange and warty skin on the back and flanks. In Gândara during the breeding season is normal to see thousands of individuals in search of a appropriate place for the deposition of eggs, which may lead to roam several kilometers during this migration. The amplexus is the way that these beings have found to ensure that the male genes are passed on to future generations .... which, in most cases, can be translated into a long and happy tour for "D. Juans "but a cumbersome burden for females.

segunda-feira, 28 de outubro de 2013

OUTONO / AUTUMN


“O Verão já se foi.

As madrugadas são mais frias e o verde intenso da copa dos Castanheiros e Carvalhos desvanece numa paleta de tons quentes; amarelos e vermelhos inundam agora a paisagem.
O dia mingua. A luz é menos forte, mais suave e insinua-se de maneira quente e meiga pelas cumeadas serranas. (…) Calmo e sereno, o Outono chega e com ele avizinham-se mudanças radicais no estilo de vida de muitos dos seres vivos que se acantonam nos vales e encostas da serra…”

In “A Serra Encantada”, de João Petronilho & David Guimarães

“Summer is gone.
The mornings are colder and the deep green canopy of Chestnut trees and Oaks fades in a palette of warm colours; yellows and reds inundate the landscape.
The day light time decreases .The light is weaker, softer and walks warmly and sweetly along the mountain ridges. (…) Peaceful and serene, autumn arrives and with it radical changes in the lifestyle of many living beings that can be found in the valleys and slopes of the mountain ...”

In “The Enchanted Mountain”, by João Petronilho & David Guimarães

segunda-feira, 21 de outubro de 2013

Brandindo as asas / Brandishing the wings


A manhã acordou calma, com uma ligeira brisa soprando de sul! Sob um céu pincelado de um cinzento uniforme, apenas o grasnar dos patos se fazia ouvir misturando-se com o borbulhar dos mergulhos de um ou outro galeirão em busca de alguma planta mais tenra! Próximo de mim, um pato-real decidiu espreguiçar as asas e de seguida levantar voo em direcção à mata! Momentos naturais na Lagoa de Mira…numa manhã nublada…Foto distinguida com uma Menção Honrosa no II Concurso de Fotografia “Água, Sustentabilidade e Alterações Climáticas”…


The morning woke calm, with a slight breeze blowing from south! Under a gray sky only the gaggle of ducks could be heard mingling with the bubbling of dives of coots in search of some more tender plants! Near to me, a mallard decided to stretch their wings and then take off towards to the forest! Natural moments in Mira’s Lagoon….in a cloudy morning…Photo distinguished with an Honorable Mention in the II Photo Competition “Water, Sustainability and Climate Change”…

sábado, 12 de outubro de 2013

Lameiro florido / Flowery meadow


Últimos dias de Primavera no planalto da Freita…a serra ainda fervilha de vida! Um odor perfumado espalha-se por toda a montanha…As cores vivas dos cardos enfeitam um lameiro de erva de verde pintada…no ar ouvem-se os cânticos de amor das aves e insectos que se exibem perante os seus pares em busca de alma gémea! No final do dia encerra-se mais um ciclo de vida…repete-se um ritual perdido na infinidade do tempo…com a alvorada, outros sonhos brotarão neste pedaço de natureza serrana e encantarão os viajantes que por aqui se aventurem…hoje é dia de celebrar a Serra da Freita, “A Serra Encantada”…


Last days of spring in the Freita’s plateau...the mountain still teems with life. A fragrant odor spreads all over the mountain ... The bright colors of thistles grace a meadow of green grass ... in the air, we can listen the love songs of the birds and insects that exhibit towards their peers in search of soul mate! At the end of the day another life cycle is over... repeating a ritual lost in the infinity of time ... with the dawn, other dreams will sprout on this piece of mountain and will enchant venturing travelers...today is a day to celebrate the Freita’s Mountain, “The Enchanted Mountain”...

terça-feira, 1 de outubro de 2013

Espectro / Spectrum


Num final de Domingo à tarde…num muro…e após alguns cliques…


One late Sunday afternoon ... on a wall ... and after a few clicks…

segunda-feira, 23 de setembro de 2013

Quando a temperatura baixa / When the temperature falls


As baixas temperaturas que se faziam sentir no dia 21 de Janeiro de 2011, na Serra da Freita, congelaram e cristalizaram muitos dos pequenos charcos que polvilham o planalto da serra. Apesar do muito frio que se fazia sentir, sobretudo ao vento forte de leste, eu e o David Guimarães, não resistimos e resolvemos partir em busca em busca de padrões de gelo próprios da época…entre os muitos que encontrámos, este foi um dos que foi captados pelas nossas objetivas…Nunca mais chega o inverno… Foto premiada no I Concurso de Fotografia da Quercus, em 2013...
The low temperatures of January 21, of 2011, in Freita Mountain, have frozen and crystallized many small ponds of the plateau. Despite the very cold day, especially the strong wind from the east, me and David Guimarães, could not resist to the appeal of the mountain and decided to go in search for ice patterns ….among the many tht we found, this was one of that was captured by our lenses…Photo prize in First Quercus Photo Contest, 2013…

Sob um céu amarelo / Under a yellow sky


Desde criança, os Licranços foram sempre um fascínio para mim. Os seus corpos singulares, sem patas e o seu comportamento dócil, atraem-me irresistívelmente e sempre que tenho oportunidade tento fazer novas imagens destes belos lagartos. Neste caso, aproveitei a alvura da areia e o amarelo  das flores para construir uma imagem diferente...Foto premiada no I Concurso de Fotografia da Quercus, em 2013...

Since I was a child, Slow Worm were always a fascination for me. Their singular bodies, without legs and their docile behavior, irresistibly attracts me and whenever I have the opportunity I try to make new images of these beautiful lizards. In this case, I used the white of the sand and the yellow of the flowers to build a different image ... Photo prize in First Photo Contest Quercus, in 2013...

segunda-feira, 16 de setembro de 2013

Bosque da Mizarela / Mizarela wood


.Quando a partir do miradouro se desce a encosta ingreme ao longo de um estreito trilho que conduz até à base da Frecha da Mizarela, somos engolidos por um bosque de carvalhos, uma relíquia dos extensas carvalhais que outrora cobriam os vales e encostas da Serra da Freita. Esta imagem, captada no início da Primavera, mostra o colorido desabrochar das folhas, proporcionando uma visão pictórica deste bosque quase pristino.


When from the viewpoint one descends the steep slope along a narrow trail that leads to the base of Frecha da Mizarela waterfall , we are swallowed by a grove of oak trees, a relic of the extensive oak woods that once covered the valleys and slopes of Serra da Freita . This image, captured in early spring, shows the colorful bloom of leaves, providing a pictorial view of this almost pristine forest.

terça-feira, 10 de setembro de 2013

Reflexos da lua / Moon reflections


Um momento...uma inspiração...uma paz interior...

A moment...an inspiration...an inner peace...

quarta-feira, 4 de setembro de 2013

Caminhando entre flores / Walking amoung flowers


Um encontro primaveril com um velho ouriço recém acordado de um longo sono invernal. Na Serra da Freita!


A springtime meeting with an old hedgehog just awakened from a long winter sleep. In Freita’s Mountain!

domingo, 1 de setembro de 2013

Pedra boroa / "Boroa" stone


Localizada no Junqueiro, no planalto de Albergaria-da-Serra, na Serra da Freita, existem dois blocos de graníticos que apresentam uma textura interessante e que muito se assemelham à côdea das broas ou boroas. Daí o seu nome. Nesta foto, decidi dar-lhe uma interpretação artística, um toque de magia conseguido através de um zooming….


Located in Junqueiro on the Albergaria-da-Serra plateau, at Freita’s Mountain, there are two blocks of granite that have an interesting texture and are very similar to the piecrust of the maize breads. Hence its name “boroa” stone. In this photo, I decided to give it an artistic interpretation, a touch of magic achieved by a zooming ....





segunda-feira, 26 de agosto de 2013

Mãe / Mother


As bichas-cadelas são pequenos insectos bem conhecidos da maioria das pessoas. O facto de possuírem duas pinças na extremidade do abdómen, dá-lhes um aspecto agressivo, o que as torna pouco populares entre a nossa espécie. Contudo, as fêmeas são umas mães dedicadas: guardam os ovos e lambem-nos constantemente, tentando deste modo, mantê-los limpos de parasitas e dos esporos de fungos. Em algumas espécies, esses cuidados parentais prolongam-se até que os juvenis estejam bem desenvolvidos...


Earwigs are small insects well know for most people. The fact of having two pincers on the end of the abdomen, gives them an agressive aspect, which makes them unpopular among our species. However, females are dedicated mothers: keep the eggs and lick them clean from parasites and fungi spores. In some species,these parental care extend until de juveniles are well grow... 

quarta-feira, 21 de agosto de 2013

Novo mundo / New world


A chuvas abundantes caídas na última Primavera permitiram a formação de ínumeros charcos temporários nas Dunas de Mira,  o que de certo modo, permitiu que muitas espécies de plantas, invertebrados aquáticos e anfíbios encontrassem o seu pequeno paraíso. As imagens subaquáticas foram sempre um fascinio para mim, sobretudo, as captadas em habitas de água doce. Esta foi a minha primeira experiência neste mundo de "silêncio"  com odores e visões muito singulares. Um agradecimento especial ao Bruno Alcaide pelo empréstimo da câmara fotográfica!

The abundant rain fallen in last spring allowed the formation of numerous temporary ponds in Dunas de Mira, which somehow allowed many species of plants, aquatic invertebrates and amphibians met their little paradise. The underwater images were always a fascination for me, above all, those captured in freshwater habitats. This was my first experience in this world of "silence" with odors and very singular visions. Special thanks to Bruno Alcaide by the loan of the camera!

sexta-feira, 16 de agosto de 2013

Pérolas da mata II / Pearls of the forest II

A camarinheira Corema album é uma das espécies endémicas mais características dos sistemas dunares da costa Atlantica da Península Ibérica. No Verão, nas matas da Gândara, as suas bagas silvestres conhecidas pelo nome de camarinhas, embelezam as clareiras e  brilham sob a sombra dos pinheiros. Como pérolas...

The "camarinheira" Corema album is one of the most characteristic endemic species of dune systems of the Atlantic coast of the Iberian Peninsula. In summer, in the forests of Gandara, their berries known by the name of "camarinhas", embellish clearings and shine under the shade of pine trees. Like pearls ...

sexta-feira, 26 de julho de 2013

quinta-feira, 18 de julho de 2013

A árvore do Pica-pau / Woodpecker tree


Geralmente os pica-paus são aves timídas e cautelosas que estão sempre alerta. A maioria das vezes o nosso contacto com estas espécies resume-se à audição do seu característico tamborilar no tronco de uma árvore ou fruto dos sinais dos tempos modernos, em algum poste metálico de linhas eléctricas de média e alta tensão. Por vezes, lá os conseguimos vislumbar no seu voo recto com amplos movimentos ondulatórios. Mercê dos muitos incêndios que vão grassando um pouco por todos o país, é cada vez mais frequente observá-los em árvores isoladas, onde a sua silhueta nos permite obter imagens diferentes do habitual. Foi este o caso. Desta feita com um Pica-pau-malhado-grande Dendrocopus major.

Generally woodpeckers are shy birds that are always cautious and alert. Most times our contact with these species comes down to hearing his distinctive drum on the trunk of a tree or fruit of the signs of modern times, on some metal pole power lines of medium and high voltage. Sometimes we observe them in their straight flight with broad undulations. Result of of the many fires that raged by all the country, it is increasingly common to observe them on isolated trees, where its silhouette allows us to obtain different images from usual. This was the case. This time with a Great Spotted Woodpecker Dendrocopus major.

Dunas de Mira



sábado, 13 de julho de 2013

No fundo do charco / In the bottom of the pond

A porosidade dos solos arenosos da Gândara é uma das características que os torna permeáveis à entrada da luz, do calor, do ar e da água. Nas estações mais pluviosas é frequente observar bolhas de ar no fundo dos charcos temporários, as quais resultam em parte, da libertação do gás atmosférico aprisionado entre os grãos de areia, e em parte, do fenómeno de respiração e da fotossíntese das plantas aquáticas que povoam os fundos dos charcos.

The porosity of the sandy soils of Gândara is a characteristic which makes them permeable to the entry of light, heat, air and water. In rainy seasons it is often to see air bubbles in the bottom of temporary ponds, which result in part from the release  atmospheric gas trapped between the grains of sand, and in part on the breathing  and photosynthesis  phenomenon of aquatic plants that populate the bottoms of ponds.
Dunas de Mira

sexta-feira, 28 de junho de 2013

Bicos-de-cegonha / Stork's Bill


Conhecidas pelo nome popular de Bicos-de-cegonha Erodium sp. devido à sua morfologia particular que faz lembrar aquelas aves pernaltas, estas flores semi-encobertas por um manto de lã seminal libertada num pequeno bosque de choupos, pelejam por um lugar ao sol. Para mim, uma visão com algum encantamento, como de um conto de fadas se tratasse. 

Known by the popular name Stork's Bill due to its particular morphology which resembles storks, these flowers half-hidden by a woolen seminal mantle released by a small grove of poplars, contend for a spot in the sun. For me, a vision with some enchantment, like a fairy tale ...

Casal de S. Tomé (Mira)

terça-feira, 25 de junho de 2013

Luz, penumbra e sombra / Light, penumbra and shadow


Momentos de luz, penumbra e sombra numa manhã de outono, na Mata. Momentos de mistério, de encantamento...

Moments of light, penumbra and shadow on a autumn morning in the forest. Moments of mystery, of enchantment...

Dunas de Mira

quinta-feira, 20 de junho de 2013

Luz e vento / Light and Wind


Em 18 de Junho de 2013, uma combinação feliz de vento forte e incidência de luz solar permitiu-me obter esta imagem. Não é uma foto de encher a alma (na minha opinião tem excesso de luz). Apenas um um simples registo de como, por vezes, os elementos e a abertura do diafragma fazem a diferença...

On June 18, 2013, a happy combination of strong wind and incidence of sunlight allowed me to get this picture. Not a photo to fill the soul (in my opinion has too much light). Just a simple register as sometimes the elements and the aperture value make the difference...

Dunas de Mira





quinta-feira, 13 de junho de 2013

Helloooo....


Às vezes acontece. Desta vez, foi no domingo à tarde...

Sometimes it happens. This time it was on Sunday afternoon...

Vala da Corga, Mira


sexta-feira, 31 de maio de 2013

O Sopro da Gândara / Gândara’s Breath


Até meados do Séc. XX, em dias de fortes nortadas, esta seria uma cena comum na Gândara: areias soltas transportadas pela força do vento voavam e soterravam tudo no seu caminho. Recordem-se as palavras de Manoel Alberto Rei, Regente Florestal, que projectou e coordenou o inicio da sementeira das dunas do litoral gandarez “… as areias soltas, não encontrando nenhum obstáculo, avançaram assustadoramente, e na sua onda destruidora, fizeram desaparecer magníficos terrenos de cultura agrícola, causando a ruína da lavoura regional…”. Hoje em dia, embora a uma escala muito mais reduzida, ainda é possível observar este fenómeno em dias de forte ventania.

Until the middle of twentieth century, in the days of strong north winds, this would be a common scene in Gândara: loose sands transported by the force of the wind flew and burying everything in its path. Just remember the words of Manoel Alberto Rei, Forest Regent who designed and coordinated the early sowing of coastal dunes of Gândara "... the loose sands, finding no obstacle, frighteningly advanced, and in his destructive wave, they made disappear magnificent agricultural fields, causing the ruin of regional agriculture ... ". Nowadays, although at a much smaller scale, it is still possible to observe this phenomenon in days of strong wind.

Costa Quiaios-Mira

segunda-feira, 27 de maio de 2013

Galeirão fantasma / Coot ghost


O sol já se tinha deitado e uma leve brisa soprava sobre as águas da Barrinha de Mira. Enquanto caminhava ao longo do trilho existente nas margens desta lagoa, o leve sussurrar dos caniços e de outros sons da natureza entoavam no ar, enquanto um odor a maresia me entrava suavemente pelas narinas dentro. As silhuetas de alguns bandos de aves aquáticas que nadavam no espelho de água tornavam-se cada vez mais difusas e difíceis de enxergar. Foi então, que surgindo das margens, um vulto negro começou a correr, chapinhando sobre a água com um bater de asas simultâneo. Tratava-se de um galeirão. Instintivamente, empunhei a camara fotográfica e cliquei na sua direção. Das várias fotos que consegui fazer esta foi a que melhor captou a visão que tenho desta espécie neste período dia: breve e fugaz.

The sun was already lying down and a light breeze blew over the waters of Barrinha Mira. While walking along the existing path on the shores of this lake, the faint whisper of the reeds and other sounds of nature intoned in the air, while a smell of sea air went softly into my nostrils. The silhouettes of some flocks of waterbirds that swam in the water mirror became increasingly diffuse and difficult to see. It was then that one black figure emerging from the banks and started running, sloshing on water with a flutter of wings. It was a coot. Instinctively, I wielded the photographic camera and clicked in its direction. Of several photos I could do this was the best which captured the vision I have of this species at this time day: brief and fugax.


Galeirão Fulica atra
Barrinha de Mira



segunda-feira, 20 de maio de 2013

Anjos de Outono / Autumn Angels


Numa manhã fria de Outono enquanto passeava por um trilho no interior da mata, os meus olhos enfeitiçavam-se com a variedade de formas e cores com que as diversas espécies de cogumelos se abriam ao mundo. No solo ou sobre os troncos e ramos das árvores, a batalha silenciosa pela perpetuação de cada espécie era uma constante, apenas interrompida, por breves momentos, quando um ou outro raio de luz solar rasgava a copa das árvores e clareava a folhagem que cobria o chão. Nesses ensejos, fazia-se luz e, por sorte ou por destino, consegui captar e eternizar um desses belos e efémeros instantes.

On a cold autumn morning while walking through a path into the forest, my eyes bewitched with the variety of shapes and colors with which the various species of mushrooms were opened to the world. On the ground or on the trunks and branches of trees, the silent battle for the perpetuation of each species was constant, interrupted only by brief moments when one or another ray of sunlight tore the canopy of trees and cleared the foliage covering the ground. In those moments, full of light and by luck or by fate, I managed to capture and immortalize one of these beautiful and ephemeral scenes.

Dunas de Mira



segunda-feira, 13 de maio de 2013

The Arrival of Flamingos / A Chegada dos Flamingos


Os flamingos com os seus corpos de tons rosados, longos pescoços e patas compridas, são um grupo de aves que desde sempre atraíu a atenção dos humanos. Em Portugal são possíveis de observar ao longo de todo o ano, tendo a sua população invernante aumentado de forma marcada nos últimos anos.  No estuário do Rio Mondego, a presença da espécie pode-se considerar regular a partir do ano 2000, sendo frequente observar bandos com várias centenas de aves. Esta foto foi captada numa saída de campo á Ilha da Murraceira, localizada naquele estuário, na companhia do Luís Rocha. Enquanto estava a observar algumas aves a alimentarem-se numa salina, fui surpreendido pela chegada deste pequeno grupo, que apenas me permitiu fazer quatro clicadas. esta foi uma delas e acabei de receber a notícia que foi premiada com a FD RCA Club Gold Medal, da Sociedade de Fotografia Eslovena.

The flamingos with their bodies pinkness, long necks and long legs, are a group of birds that has always attracted the attention of humans. In Portugal are possible to observe throughout the year and its wintering population increased markedly in recent years. In the Mondego River estuary, the presence of the species can be considered regular from 2000, being frequently observed flocks of several hundred birds. This photo was captured on a field output at Murraceira Island, located at the estuary, in the company of Luis Rocha. While watching some birds to feed in a saline, I was surprised by the arrival of this little group that only allowed me to do four clicked. This was one of them and just got the news that was awarded with the RCA FD Club Gold Medal, by the Society of Slovenian Photography.

Flamingos Phoenicopterus ruber
Ilha da Murraceira (Figueira da Foz)


domingo, 5 de maio de 2013

Anguis


O Licranço Anguis fragilis ou Cobra-de-vidro, nome pelo qual também é conhecido, é o único lagarto da nossa herpetofauna que não possuí membros. Devido a este aspecto fisiológico é muitas vezes confundido com as cobras. Inofensivo, passa a maior parte do tempo refugiado sob os troncos caídos ou em galerias de roedores, saíndo ao anoitecer para caçar pequenos insectos, lesmas, caracóis e aranhas. Para mim, é um réptil único. É com enorme prazer que o dedico esta foto ao meu grande amigo David Guimarães, uma fonte constante de inspiração mas também de discussões acesas sobre a arte de fotografar!

The Slow Worm Anguis fragilis is the only lizard of our herpetofauna which do not has legs. Due to this physiological aspect is often confused with snakes. Harmless, spends most of the time refuge under fallen logs or galleries rodents. Go out at dusk to hunt small insects, slugs, snails and spiders. For me, it is a unique reptile. It is with great pleasure that I dedicate this picture to my good friend David Guimarães, a constant source of inspiration but also of heated discussions about the art of photography!

Licranço Anguis fragilis
Dunas de Mira

terça-feira, 30 de abril de 2013

Cogumelo encantado / Enchanted mushroom


Um dos fungos mais conhecidos pelo seu colorido sui generis e pelas histórias de conto de fadas em que também é personagem é o Amanita-mata-moscas Amanita muscaria. Aqui tentei retratá-lo com o encantamento mágico que a sua visão nos proporciona.

One of the best known fungi for its sui generis colorful  and the stories of fairy tale which is also a personage is the Fly Agaric Amanita muscaria. Here I tried to portray it with the magic incantation that his vision gives us.

Serra da Freita
Nikon D300s; AF-S Nikkor 105mm 1:2.8 G ED VR

quarta-feira, 24 de abril de 2013

O de peitilho ruivo / Reddish brown bodice


Cauteloso, mas não timído, o Pisco-de-peito-ruivo Erithacus rubecula, com o seu caracteristico peito ruivo, é uma das aves mais facilmente identificáveis que vivem entre nós e umas minhas preferidas. De inverno chegam mesmo a entrar dentro das casas em busca de algum pedaço de comida. Pessoalmente, já tive a experiência de habituar um individuo desta espécie a vir comer-me na mão (já lá vai o longínquo ano de 1995). Entre os passeriformes, e em conjunto com o Melro-preto Turdus merula, formam a dupla que mais tarde se deitam e mais cedo se levantam. Hiperactividade?

Cautious, but not timid, the Robin Erithacus rubecula, with its characteristic reddish brown breast, is one of the most easily identifiable birds that live among us and one my favorites. In Winter they even get inside homes looking for some piece of food. Personally, I've had the experience of an individual of this species accustomed to come eat my on hand (at the distant year of 1995). Among the passerines, and in conjunction with the Blackbird Turdus merula, form the duo who go to bed later and wake up earlier. Hyperactivity?

Pisco-de-peito-ruivo Erithacus rubecula
Dunas de Mira
Nikon D70; Sigma 200-400mm 1:4.5-5.6




segunda-feira, 15 de abril de 2013

Azul sobre verde / Blue on green


A Omphalodes nitida é uma planta herbácea que ocorre em prados, nas margens de cursos de água, orlas de bosques ripícolas e taludes húmidos e sombrios. O substratos pode ser arenoso ou xistoso. A sua pequena flor de um azul intenso está entre as mais belas que ocorrem na Serra da Freita.

The Omphalodes nitida is a herbaceous plant that occurs in meadows, on the banks of streams, riparian woodland edges and humid and shadowy slopes. The substrates can be sandy or schistous. Its little flower deep blue is among the most beautiful that occur in the Serra da Freita.

Serra da Freita
Nikon D300s; AF-S Nikkor 105mm 1:2.8 G ED VR





terça-feira, 9 de abril de 2013

Sonho / Dream


Por vezes, na vida existem momentos como este. Puros, quase imaculados. Sonhos de um segundo.

Sometimes in life there are moments like this. Pure, almost immaculate. Dreams of a second.

Mira
Nikon D300s; AF-S Nikkor 105mm 1:2.8 G ED VR

quarta-feira, 3 de abril de 2013

Três elementos / Three elements


Mais um ciclo de inverno/primavera nas terras gandaresas. Para sentir!!!

Another winter/spring cycle in Gândara land. To feel!!

Dunas de Mira
Nikon D300s; Nikkor Fish Eye Lents; Tripé


quinta-feira, 28 de março de 2013

Silhuetas / Silhouettes


Uma breve passagem de 4 dias pelo Parque Natural da Serra de S. Mamede, no Alto Alentejo, permitiu-me a mim e à minha família disfrutar de bons momentos (apesar da maioria do tempo a chuva ter sido uma constante). Ainda que não tenha conseguido captar a beleza da paisagem alentejana, com os seus sobreiros e azinheiras, as poucas imagens que realizei deixaram-me satisfeito. Esta foi uma delas!

A brief passage of four days by the Natural Park of  Serra de S. Mamede in Alto Alentejo, allowed me and my family to enjoy good times (although most of the time the rain was a constant). Although I was not able to capture the beauty of the Alentejo, with its cork and holm oaks, the few images I made left me satisfied. This was one of them!

Nikon D300s; AF-S Nikkor 105mm 1:2.8 G ED VR.
Parque Natural da Serra de S. Mamede

quinta-feira, 21 de março de 2013

A minha pequena tundra / My little tundra


Num final de tarde  de domingo, sob um vento gélido que soprava de leste, descobri a minha pequena tundra sobre um velho muro de adobe.

One late Sunday afternoon, under an icy wind blowing from the east, I found my little tundra on an old "adobe" wall.

Arneiro (Mira)
Nikn D300s; AF-S Nikkor 105mm 1:2.8 G ED VR

sexta-feira, 15 de março de 2013

Tempo de perpetuar / Time of perpetuate


Espécie de ocorrência estival em Portugal, o Borrelho-pequeno-de-coleira Charadrius dubius, é um nidificante raro e irregular na Gândara, ocorrendo em números muito baixos. Nidifica próximo da água, tanto em terreno arenoso como em zonas de antigas saibreiras. O ninho é uma cova descoberta feita no solo e passa facilmente despercebido aos olhares dos predadores ou da nossa espécie. O seu anel orbital amarelo nítido torna-o inconfundível entre as outras espécies de borrelhos que  transitam pelo nosso país.

Summer visitor in Portugal, the Little Ringed Plover Charadrius dubius, is a rare and irregular breeding bird in Gândara, occurring in very low numbers. Breeds near water, both in sandy soil as in former gravel pits. The nest is a hole in the ground and easily pass unnoticed in the eyes of predators or of our species. Its clear yellow orbital ring makes it unmistakable among other species of plovers passing through our country.


Mira
Nikon D300s; AF-S Nikkor 70-300mm :4.5-5.6 G ED VR; Tripé, Controlo remoto.

quinta-feira, 7 de março de 2013

Na teia da aranha / In the spider web


Orvalho matinal e pequenos detritos de de tojo capturados numa pequena teia de aranha.

Dew and small debris of gorse caught on a small spider web.

Serra da Freita
Nikon D300s; AF-S Nikkor 105mm 1:2.8 G ED VR; Tripé

quarta-feira, 27 de fevereiro de 2013

"49 D.JP" /"49 A.JP"


Lagoa de Mira
Nikon D300s; AF-S Nikkor 105mm 1:2.8 G ED VR

quarta-feira, 20 de fevereiro de 2013

À memória do meu pai / To the memory of my father


Fotografei estas duas belas flores há cerca de um ano. Estava um final de dia bastante frio e a última luz permitiu-me congelar esse momento simples e mágico. Para a memória do meu pai!!

I photographed these two beautiful flowers for about a year. It was a very cold day  and the last light allowed me to freeze that simply and magical moment. To the memory of my father!

Camomilas
Palhal do Seixo de Mira
Nikon D300s; AF-S Nikkor 105mm 1:2.8 G ED VR

domingo, 17 de fevereiro de 2013

15FEV2013 - O dia do meteoro / 15FEB2013 - The day of the meteor


A natureza deu uma ajuda ... e Baco a inspiração!!

Nature has given a helping ... and Bacchus the inspiration!

Mira
Nikon D300s; AF-S Nikkor 10mm 1:2.8 G ED VR

quinta-feira, 14 de fevereiro de 2013

Frutificação vermelha / Red frutification


Durante o inverno, na Serra da Freita, é frequente encontrar incrustados na rocha granítica, numerosas espécies de líquens. Uma dessas espécies é a Cladonia macilenta. Nesta foto, podemos observar o corpo de frutificação cuja cor vermelha ajuda a colorir o micromundo vegetal da serra. Esta imagem faz parte do projecto "A Serra Encantada" desenvolvido por mim e pelo David Guimarães nos últimos anos.

During the winter, at Freita´s Mountain, is frequently found encrusted in the granite rock, numerous species of lichens. One such species is the Cladonia macilenta. In this photo, we can see the fruiting body whose red color helps to color the vegetable microworld of the mountain. This image is part of the project "The Enchanted Mountain" developed by me and David Guimarães in the last years.

Cladonia macilenta
Serra da Freita
Nikon D70; Sigma 105mm 1:2.8 DG Macro EX; Tubos Extensão Kenko; Tripé

sábado, 9 de fevereiro de 2013

Paisagem maritima abstracta / Abstract seascape


Por vezes passamos horas a olhar para o mar e a imaginar o que se passará nas suas profundezas. Outras vezes, apenas sonhamos, sonhamos ... e apenas sentimos as sensações que os seus odores e os seus sons nos transmitem!

Sometimes we spend hours looking at the sea and imagine what will happen in its depths. Other times, just dream, dream ... and just feel the sensations that their odors and their sounds give us!

Nikon D300s; AF-S Nikkor 105mm 1:2.8 G ED VR

segunda-feira, 4 de fevereiro de 2013

Fragmentos do passado - Gândara 2013 D.C. / Fragments of the past - Gândara 2013 A.C.


Há cerca de um século, a paisagem da Gândara litoral, hoje coberta por uma frondosa mata de Pinheiro-bravo Pinus Pinaster, seria muito semelhante a esta. Dunas de areia solta e vegetação escassa, entrecortadas aqui e ali por alguns pequenos bosques e lagunas interdunares, quebrariam um pouco a monotonia da região, entre as vilas de Quiaios e Mira, numa largura que por vezes atingia os 5 Km. Graças à intervenção do homem, hoje toda essa faixa está coberta de arvoredo e só pontualmente, especialmente junto à costa, podemos ter um vislumbre dos tempos de outrora.

For nearly a century, the landscape of Gândara coastal, now covered by a leafy forest of Maritime Pine Pinus Pinaster brave, would be very similar to this. Loose sand dunes and sparse vegetation, punctuated here and there by some interdune ponds and small woods, would break a little the monotony of the region, between the "towns" of Quiaios and Mira, a width which sometimes reached the 5 km Thanks to the intervention of man, now this whole range is covered by trees and only occasionally, especially along the coast, we have a glimpse of times gone by.


Gândara
Nikon D300s; AF-S Nikkor 105mm 1:2.8 G ED VR


quarta-feira, 23 de janeiro de 2013

Prunella



Relativamente fácil de observar na Serra da Freita, a Ferreirinha está entre as minhas aves preferidas. Talvez pela sua plumagem de tons suaves ou pelo seu comportamento "afável". Num dia em que caíu um intenso nevão, este indivíduo deixou-se fotografar sem receio, dando-me tempo suficiente para que procurasse a melhor composição possível e o prazer de disfrutar da sua companhia durante alguns minutos.

Relatively easy to observe in the Freita's Mountain, Dunnock are among my favorite birds. Perhaps by their soft tones plumage or their "affable" behavior. On a day that has fallen a heavy snowfall, this individual was allowed to shoot without fear, giving me enough time to look for the best possible composition and pleasure of enjoying their company for a few minutes.

Ferreirinha Prunella modularis
Serra da Freita
Nikon D70; AF-S Nikkor 10-300mm 1:4.5-5.6 G ED VR